sábado, 25 de março de 2017

CIDADE CONTRA O CRIME:POPULAÇÃO VAI AS RUAS PROTESTAR CONTRA INSEGURANÇA

diversas empresas apoiaram o movimento
Pela segunda vez o Fórum das entidades de Itaituba  conclamou e a população desta vez atendeu em massa e foi as ruas protestar contra o estado de abandono a que está relegada a cidade no que se refere à segurança pública. 

cartazes criticam insegurança
  O elevado índice de roubos e assaltos está forçando o Itaitubense a mudar sua rotina de vida e com isso o comércio vem sentindo o Impacto, inclusive com fechamento de diversas empresas. 

 Algumas já foram assaltadas mais de uma vez.  O comandante geral da policia militar esteve em Itaituba, mas não trouxe alento nenhum  já que sua vinda serviu apenas para desfiar Rosário de crise alegada pelo estado que assume sua impotência em não combater a criminalidade por falta de logística. 
saindo pela João Pessoa percorreu a cidade

O 15º BPM tem feito seu trabalho, mas esbarra na limitação do seu efetivo que tem que dar proteção à cidade e as centenas de comunidades e áreas garimpeiras.  O movimento tornado um ato de protesto saiu às 17 horas de sexta feira dia 24, da Praça do Cidadão caminhando por diversas ruas da cidade. 
 
as crianças também participaram do ato
 No protesto vários empresários liberaram seus funcionários para fortalecer o movimento o que ajudou a dar musculatura ao protesto com
empresários se conscientizam dos perigos da insegurança
presença expressiva, aonde os manifestantes levaram faixas e cartazes com frases pedindo paz, criticando O Estado.  
 
OAB e Consórcio Tapajós irmanados na causa
 Um carro de som serviu de apoio aos discursos aonde os presidentes da CDL, ACI, OAB, Consórcio dos Tapajós entre outras entidades fizeram seu desabafo cobrando principalmente dos dois deputados eleitos pela região Hilton Aguiar e Francisco Chapadinha, execrando também o governador Simão Jatene literalmente pelo compromisso do Estado já que entendem que Itaituba está abandonada a sua própria sorte.
a força das mulheres fortaleceu movimento

essa empresária foi assaltada duas vezes sob mira de revólver
 Uma empresária do ramo de farmácia, por exemplo, disse a nossa reportagem que sua empresa foi assaltada duas vezes passou por momentos de pânico sob a mira de um revólver quando dois bandidos chegaram subitamente de moto e roubaram celulares , dinheiro e outros objetos.

 O fórum das entidades composta por diversas entidades deixou evidente a necessidade desse protesto para tentar sensibilidade para que o estado mande mais homens para melhorar o efetivo das policias civil e militar,  assim como também dá logística de trabalho aos policiais que trabalham com muitas dificuldades.

 Por onde o protesto foi passando a população aplaudia e ia também acompanhando. Registramos vários trabalhadores com uniformes de suas empresas presentes no ato de protesto, entre elas clima frio, Zum Autran Tintas, Ourominas, Teletrin etc...

Nenhum comentário:

Postar um comentário