terça-feira, 15 de novembro de 2016

QUEM ESTÁ COM A RAZÃO, NA COMUNIDADE MONTE SIÃO?

Regina"essa é a verdadeira ata"

Primeiro Pedro 2:6: "Pois isso está na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será, de modo algum, envergonhado." Sendo citada mais de 150 vezes na Bíblia, a palavra “Sião” essencialmente significa “fortificação”. Na Bíblia, Sião é a cidade de Davi e a cidade de Deus. 

 

 

À medida que a Bíblia progride, a palavra Sião deixa de se referir à cidade física e passa a assumir um contexto espiritual. 

Só que na Monte Sião distante 32 Km de Itaituba,  distorcendo sua origem espiritual há um clima de discórdia e confusão numa polêmica , uma peleja entre a atual e o ex presidente e comunitários que envolveu até justiça e policia.   

Didi"A ata deles é pirata, essa é a verdadeira"

 Na manhã do feriado desta terça feira dia 15, sete membros de uma família residente nessa comunidade foram intimados a comparecer para resolver um impasse sobre a criação de duas atas,  uma que está em poder do ex-presidente Valdir dos Santos da Silva, conhecido por DIDI e outra em poder da atual presidente eleita por aclamação Sõnia Regina. 

A reportagem do Blog Tribuna Tapajônica,  Sõnia acusou o ex presidente de ser uma pessoa desonesta pois ao concluir seu mandato em junho deste ano não prestou contas nem entregou os documentos da associação dos pequenos e Médios Agricultores da Comunidade Monte Sião.  Sonia disse que ele promoveu um evento recente na comunidade e não prestou contas, além de ganhar benefícios dos prefeitos em nome da comunidade sem prestar contas. 

documento que cobra material que teria sido desviado

Em sua versão Valdir disse que não está retendo os documentos que vai devolver mais tudo dentro da lei, considerando “clandestina” a eleição que elegeu dia 06 de Novembro a atual presidente, embora Regina tenha mostrado livro de ata e assinatura dos vinte comunitários que participaram da eleição. 

 Valdir disse que pagou todos os débitos pela associação e que a comunidade estava abandonada por isso aceitou ser presidente.

 Por sua vez Sônia fez outras graves acusações uma delas de que o presidente teria pego gasolina, material para o barracão e outros benefícios da prefeita Eliene Nunes e de Valmir Clímaco (em seu antigo mandato) quando ele foi prefeito por menos de dois anos. Ela cobra em documento aonde foi parar a ajuda que ele recebeu de Eliene e Valmir. 

diretoria da comunidade intimada a comparecer na delegacia.

O advogado do ex-presidente que estava na delegacia disse que se não fosse encontrada uma solução na delegacia o caso ria ser resolvido na justiça. O ex-presidente da Associação e a Atual presidente com membros de sua diretoria estiveram prestando depoimentos hoje pela manhã ao delegado Djalma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário