terça-feira, 22 de novembro de 2016

Professores e técnicos do IFPA entram em greve em cinco campi

Param os campi de Belém, Altamira, Castanhal, Itaituba e Marabá Industrial. Paralisação foi decidida em assembleia, realizada no dia 16 de novembro.  

 Docentes e técnico-administrativos do Instituto Federal do Pará (IFPA) iniciaram uma greve por tempo indeterminado, nesta segunda-feira (21). A paralisação foi decidida em assembleia geral, realizada no último dia 16 de novembro. O movimento é em protesto contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55, que fixa um limite para os gastos públicos pelos próximos 20 anos. 

A assembleia geral foi realizada no auditório do campus de Belém, com a presença de servidores dos campi de Altamira, Castanhal, Itaituba e Marabá Industrial.  A diretoria do sindicato da categoria já notificou Reitor e Diretores Gerais do IFPA.   A estimativa é que o movimento paredista deva seguir até a votação da PEC 55 no Senado, prevista o dia 14 de dezembro.

 O movimento é nacional e também repudia outras propostas que tramitam no Congresso Nacional Brasileiro, como o PLS 54/2016, antigo projeto de lei complementar (PL) 257, que legisla sobre a renegociação da dívida dos estados, além das reformas da previdenciárias e do Ensino Médio.

Do G1 PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário