sábado, 19 de novembro de 2016

Livro em língua indígena difunde conhecimento dos Munduruku



Livro é resultado do projeto Ibaorebu, da Funai,
Obra foi impressa com recursos de acordo judicial proposto pelo MPF.



Do G1 PA



 





 





 



Livro em língua indígena difunde conhecimento dos Munduruku (Foto: Divulgação/MPF)



Indígenas Munduruku produziram um livro na língua da etnia para catalogar plantas e animais fontes de alimentação e saúde desse povo. O objetivo da publicação é atingir mais de três mil estudantes Munduruku do sudoeste do Pará. “Kuyjeat Posũg̃ – Saúde e alimentação Munduruku” ensina como utilizar plantas e as vantagens dos produtos naturais. O livro está disponível online.



Com tiragem de 500 exemplares, a obra está sendo distribuída em 48 escolas Munduruku do alto e médio Tapajós. Os autores são cursistas de Magistério Intercultural pelo Projeto Ibaorebu de Formação Integral Munduruku, executado pela Fundação Nacional do Índio (Funai).



A impressão do livro foi feita com recursos de um acordo judicial proposto pelo Ministério Público Federal (MPF) com o município de Jacareacanga. No acordo, o MPF cobra do município a regularização dos serviços de educação indígena aos Munduruku.



Pesquisa
A pesquisa que deu origem ao livro foi feita em 2014, durante etapa de formação ministrada sob a orientação dos professores Cailo Almeida, Claudeth Saw e Zenildo Saw.

O livro fala do uso das plantas medicinais, não só em seus efeitos curativos mas também preventivos. A publicação aborda ainda a riqueza nutritiva de animais próprios da alimentação Munduruku, como o porco-do-mato e a anta, comparada a fontes não tradicionais, como o porco e o boi criados para abate.




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário