terça-feira, 16 de agosto de 2016

Polícia pega 100 kg de droga Pasta de cocaína pura está avaliada em R$ 18 milhões; traficante ofereceu R$ 500 mil para policiais ________________________________________

Cento e dois pacotes de pasta de cocaína pura estavam escondidos em fundos falsos de uma voadeira Operação conjunta das polícias Militar e Civil resultou na prisão de um traficante e na apreensão de 102 pacotes de pasta de cocaína pura, pesando mais de cem quilos, segundo cálculos do delegado Heitor Guimarães, de Muaná. 

A apreensão de drogas de ontem é a maior registrada neste ano no Pará. A comunidade de Jupatituba, no interior de Muaná, desconfiou dos traficantes e da lancha voadeira em que eles estavam e acionou a Polícia Militar. A ação foi rápida e os policiais deram voz de prisão a um dos traficantes e apreenderam a lancha. Com documento de identidade falso, o bandido tentou enganar os policiais e depois suborná-los, oferecendo R$ 500 mil para liberar a voadeira.

 O delegado, então, mandou revistar minuciosamente a embarcação, e em fundos falsos foram descobertos os pacotes da droga, hermeticamente fechados para não comprometer a qualidade do produto. Os dois comparsas do bandido preso fugiram pela mata e estão sendo caçados pela Polícia Militar. De acordo com o capitão Correa, comandante da Companhia da Polícia Militar de Muaná, que acionou o alto comando da PM e da Polícia Civil, a droga seria transportada da cidade para a capital o mais rápido possível, para evitar resgate do material.

 As autoridades envolvidas na ocorrência afirmaram que a droga apreendida está avaliada em R$ 18 milhões, dada a pureza da droga, que refinada e “batizada” aumenta em dez vezes seu peso. Agora a polícia quer saber de onde veio e para onde iria toda essa pasta de cocaína pura, já que os rios da região têm servido de rota de tráfico e são difíceis de fiscalizar. 
_O liberal-ORM_______________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário