quinta-feira, 28 de abril de 2016

FAMILIARES DA JOVEM ACADÊMICA ACIDENTADA POR AGENTE DE TRÂNSITO DENUNCIAM QUE ESTÃO ABANDONADOS PELO ESTADO.

Familiares da jovem acadêmica de letras da FAI, Adacione, denunciam que o Detran  (leia-se aqui estado) não está dando apoio e ela está em Santarém sem ainda ter sido operada, enfatizando que ela precisaria ser logo submetida ao procedimento cirúrgico.  Eles dizem que até o momento o estado ajudou apenas com uma passagem e nada mais.

 Adacione em Santarém está tendo acompanhamento de sua mãe que vem se valendo da solidariedade de amigos e parentes. Para os familiares independente de quem errou no momento do acidente, sua filha foi vitima de um acidente envolvendo um agente de trânsito e, portanto precisa ter toda assistência necessária do estado. 

Eles consideram que as autoridades ligadas à questão não estão se importando muito com o estado dramático de Audacioni que não tem recursos financeiros e necessita de muita ajuda. Para minimizar o drama da família, acadêmicos do I período de letras, com apoio do professor Nazareno Santos promoveram uma rifa e conseguiram arrecadar recursos financeiros. 

A campanha prossegue até sexta feira (29).   A mãe de Adacione está em Santarém na casa de amigos.  Eles fizeram denuncias ao Jornal Impacto e pedem providências.  Até o momento o setor social do Detran não teria na prática feito nada para ajudar Adacioni. 

OBS: QUEM QUISER SE SOLIDARIZAR (ajudando) a  JOVEM acidentada, ligar para 991464058 . Falar com a irmã dela  Neiva 

Nenhum comentário:

Postar um comentário