terça-feira, 15 de dezembro de 2015

MPF denuncia Bumlai e mais dez por corrupção

Lava jato: Empresário ficou conhecido por ter sido amigo do ex-presidente Lula _
_______________________________________
 Em 15 de dezembro, 2015 - 06h00 - Poder 2 José Carlos Bumlai foi preso na operação Lava Jato e está na carceragem da PF em Curitiba O Ministério Público Federal (MPF) apresentou ontem denúncia contra o pecuarista José Carlos Bumlai e mais 10 pessoas por crimes como lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta, corrupção ativa e passiva. Todos são suspeitos de envolvimento em crimes investigados pela Operação Lava Jato, que apura um esquema de corrupção na Petrobras.

 Os procuradores também pediram reparação de R$ 53,5 milhões por danos causados à petroleira. Bumlai foi preso na 21ª fase da operação, deflagrada no dia 24 de novembro. O procurador coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, afirma que o pecuarista agia como um operador do PT. Bumlai tem negado as acusações. Para que se tornem réus, a denúncia do MPF precisa ser aceita pela Justiça Federal. Se isso ocorrer e, em caso de condenação, a pena dos envolvidos pode chegar a 43 anos de prisão, dependendo do crime.

 Um dos esquemas tratados na denúncia ocorreu na escolha da Schahin Engenharia, em 2009, para o contrato de operação do navio-sonda Vitória 10.000 pela área internacional da Petrobras. Segundo os procuradores, o custo do contrato foi de US$ 1,6 bilhão. Desde a deflagração da 21ª fase da Lava Jato, Bumlai está detido na carceragem da Superintendência da PF, em Curitiba, mesmo local onde está detido Nestor Cerveró.

O liberal orm

Nenhum comentário:

Postar um comentário