segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Desmatamento avança 16% na Amazônia PECUÁRIA - Agronegócio torna o Pará um dos estados com maior área desmatada

O desmatamento voltou a subir na Amazônia Legal, segundo dados divulgados há uma semana, em Brasília, pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Desta vez, o aumento da taxa anual de desmatamento – referente ao período agosto de 2014 a julho de 2015 , foi de 5.831 km², 16% maior que o período anterior, segundo o Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (Inpe).

 A área total desmatada equivale a 753 mil campos de futebol. Os estados do Pará e Mato Grosso foram, mais uma vez, os que mais desmataram em área total, responsáveis por quase 60% do desmatamento na região. 

O Pará aparece com 1.881 km² de área desmatada (32,2% do total), enquanto o Mato Grosso com 1.508 Km² (25,8%). No entanto, segundo os dados oficiais do desmatamento da Amazônia do sistemas Prodes, os estados do Amazonas, Rondônia e Mato Grosso tiveram os maiores aumentos em relação ao ano anterior (54%, 41% e 40 % respectivamente). 

Já o Pará manteve seu índice estável (-0,3%) em relação ao ano anterior (1.887 km²), ainda que em um patamar alto. Dentre as causas apontadas, a expansão da pecuária, agricultura e corte seletivo. O desmatamento em grandes áreas voltou a ocorrer, seguindo o mesmo padrão de quando as taxas eram altíssimas, há dez anos. 

 O Liberal Digital!

Nenhum comentário:

Postar um comentário