sábado, 7 de novembro de 2015

NOVO SUPERINTENDENTE DO INCRA REUNE COM AGRICULTORES E SE COMPROMETE EM REALIZAR TRABALHO DE VISTORIA NOS ASSENTAMENTOS INTERDITADOS.

Superintendente passando informações aos agricultores

Com coordenação do Sindicato dos agricultores de Itaituba,  sexta feira dia 06, no plenário da Câmara de vereadores o Superintendente Regional do INCRA Claudinei Chalito da Silva, que está no cargo há menos de dois meses acompanhado do ouvidor agrário nacional e equipe técnica de trabalho, reuniu com centenas de agricultores de Itaituba e região quando na ocasião prestou todas as informações solicitadas há cerca de trinta dias em uma audiência no Centro de
olho no olho agricultores cobram mais ação do INCRA
Treinamento do laranjal. 

Foram feitas várias inscrições para perguntas e todas elas foram respondidas pela equipe do INCRA. Um dos temas mais questionados foram regularização fundiária e desafetação do Parque Nacional, assim como a desinterdição de todos os Projetos de assentamento que foram cancelados em Itaituba e demais municípios da região. 

João Paulo,  único vereador presente na discussão de defesa dos colonos...

O Superintendente disse que veio pela segunda vez a Itaituba para verificar as questões documentais e de sobreposições para a construção de um plano de Ação.

plenário da Camara lotado,agricultores querem ação imediata  do INCRA

 
Da extensa pauta de reivindicações cobradas pelas entidades presentes na última audiência realizada no mês passado, no mesmo dia em que o novo Superintendente veio de Curitiba para Assumir o INCRA em Santarém após uma devassa da justiça que colocou na cadeia o ex Superintendente Bacelar e sua equipe de trabalho. 

foram feitas muitas denuncias ao INCRA

Tanto que em função do escândalo todos os cargos por indicações política foram extintos, agora a nova equipe de Trabalho do INCRA é constituída apenas por funcionários de carreira incluindo o Superintendente. 

Na audiência aonde foram elencadas as principais temáticas os agricultores explanam em documento que há uma resistência dos assentados da reforma agrária que mesmo assim estão expostos a vulnerabilidades sociais e que a meta desta discussão é que na atual conjuntura haja uma ação concreta para que se legalize os assentamentos, já que há muito descaso e as famílias sobrevivem em condições precárias.

 O superintende disse ao IMPACTO e Tribuna do Tapajos que das reivindicações feitas de sua primeira  audiência duas já foram conseguidas sendo elas a instalação de uma ouvidoria agrária Nacional em Santarém que já está implantada e disponível aos agricultores, assim como a ação de Vistoria e todas as áreas em litígios dos PDS, num trabalho de campo que deverá ser iniciado em curto espaço de tempo.

 A principal queixa das famílias assentadas e que não podem conseguir sequer declaração para efeito de aposentadoria junto ao INSS, assim como outros direitos legais, é que o ICMBIO e o IBAMA não deixam que eles façam roças, mas estariam fazendo vista grossa para fazendeiros que estariam inclusive tomando terra de colonos num processo de grilagem.

 O Superintendente do INCRA disse aos agricultores que veio a Itaituba exatamente para conhecer in loco a realidade e que em cada denuncia, cada informação obtida será feita uma ação, ressaltando ainda que está há pouco dias no cargo, apenas cinquenta e um dia e pediu voto de confiança para seu trabalho.  O vereador João Paulo Master que deu apoio e acompanha todo o processo de rediscussão dos agricultores com a nova direção do INCRA cobrou agilidade e compromisso nos trabalhos, citando entre os problemas a pauta de demarcação de aeras desafetadas entre as duas PAS embargadas, Arixi e Mirirituba assim como também promover assentamento de 12 comunidades. Outro antigo agricultor lembrou aos técnicos do INCRA que a ultima revisão ocupacional do assentamentos ocorreu e 2013 terminou com uma interrogação e em que isso resultou? . 

O Superintendente explicou que quanto aos assentamentos interditados isso foi uma ação do Ministério Publico federal e que o INCRA está agindo para reverter.  O superintendente do INCRA e sua equipe técnica após nova demanda de informações do Sindicato dos trabalhadores Rurais, Pastoral da Família, presidente de comunidades e demais entidades garantiu que haverá solução e todas as reivindicações serão atendidas , para isso já foi formada equipe de trabalho que estará indo aos locais dos assentamentos fazer a vistoria que tanto vem sendo cobrada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário