domingo, 25 de outubro de 2015

Bancos podem voltar a funcionar na terça-feira

   A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) procurou o Comando Nacional dos Bancários, que estava em plantão neste sábado (24), para apresentar uma proposta global de encerramento da Campanha Nacional 2015. Além dos reajustes de 10% para os salários, para a PLR e para o piso e o de 14% para os vales refeição e alimentação, já ofertados na sexta-feira (23), os banqueiros aceitaram abonar 63% das horas dos trabalhadores de 6 horas, de um total de 84 horas, e 72% para os trabalhadores de 8 horas, de um total de 112 horas.

Assim, um dia após a assinatura do acordo, os trabalhadores, compensariam, no máximo, uma hora por dia útil, até o dia 15 de dezembro. A nova proposta da Fenaban, apresentada no 19º dia da greve, significa a manutenção do modelo que vinha sendo colocado em prática nos últimos anos, de reposição integral da inflação mais aumento real e abono parcial dos dias parados. Na proposta inicial, que levou os bancários a greve, os banqueiros se negavam até mesmo a repor a inflação do período e tentaram reconstruir um modelo ultrapassado de abono salarial.

“É importante destacar que essa proposta é fruto da força da nossa greve e da luta da categoria bancária contra a intolerância dos banqueiros. Essa ainda não é a melhor proposta diante da nossa pauta de reivindicações, porém consideramos que nossa greve já é vitoriosa por não se render à proposta dos bancos de índice abaixo da inflação, ou seja, de perdas salariais. Portanto, queremos deixar claro que, mesmo com a orientação do Comando Nacional, as assembleias são soberanas para decidir sobre os rumos do movimento”, afirma a presidenta do Sindicato dos Bancários do Pará, Rosalina Amorim. 

Em razão desta conquista, o Comando Nacional orienta os sindicatos a realizar assembleias na segunda-feira (26) e indica a aceitação da nova proposta, que garante aumento real de salário pelo décimo segundo ano consecutivo. Até lá, a greve continua. Públicos O Banco do Brasil inicia a negociação ainda neste sábado (24) e a Caixa Econômica Federal reúne com o Comando Nacional nesse domingo (25), às 10 horas. 

O Banpará retoma a mesa específica na segunda-feira (26), às 13 horas, e o Banco da Amazônia reúne na terça-feira, em horário ainda a confirmar. Assembleia Geral no Pará será segunda-feira. Na segunda-feira (26), às 19h, o Sindicato dos Bancários do Pará convocou toda a categoria bancária a fim de debater e deliberar a cerda da proposta da Fenaban para a Convenção Coletiva de Trabalho 2015-2016 e também sobre os Acordos Coletivos de Trabalho específicos. Contamos a presença de todos e todas. 

Com isso, caso seja aprovado, a greve pode encerrar e as agência bancárias voltarem a funcionar na terça-feira (27). (DOL com informações do Sindicato dos Bancários do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário