quinta-feira, 5 de março de 2015

Polícia Militar tira de circulação quadrilha de ladrões de celulares

Lucinaldo (C) seria o 'cabeça' da 'trupe' de assaltantes 

quadrilha especializada em roubo a celulares

(Foto: RPI) 

Operação do GTO, Policiamento Ostensivo e Serviço Reservado da PM resulta na prisão de uma quadrilha que atuava na cidade praticando roubos e assaltos. Artefato simulando armamento era usado para intimidar vítimas.

 A operação foi desencadeada a partir de informações que foram repassadas para o Serviço Reservado da Polícia Militar, que fez um rápido planejamento e passou a monitorar os integrantes da quadrilha. 

Com indícios da participação do grupo na prática de roubos e assaltos pela cidade, o Reservado acionou as viaturas do policiamento ostensivo e Grupo Tático Operacional.

 As primeiras abordagens aconteceram no bairro Bela Vista, onde foi localizado Júlio César Lima Moura, que repassou ovas informações á polícia. Ele admitiu que havia alugado a moto Honda Fan amarela, de placa MVV-3121, mas não sabia que o veículo seria utilizado para a prática de assaltos. Não demorou muito e a polícia chegou até o cabeça do bando, identificado como Lucinaldo Nogueira Sousa, de 45 anos de idade. 

Também foram presos Luciano da Silva Sousa, de 20, e Lucinaldo Nogueira Sousa Filho, de 23 anos, filho do chefe do bando, além de um adolescente (Jorge Wilson Piazza), de 17 anos. O sargento João Luis Pereira, que coordenou a operação, não gravou entrevista, mas cedeu as informações. 

As prisões foram efetuadas entre os bairros Bela Vista e Vitória Régia. A polícia também apreendeu outra moto (Honda Biz KAJ-4089) e conseguiu recuperar vários objetos roubados, e também encontrou este artefato, que aparenta ser uma arma caseira e seria utilizado pelos bandidos para intimidar as vítimas. Na Seccional, um jovem que recuperou seu celular, elogiou o trabalho da polícia, que conseguiu prender todo o bando. 

Fonte-Foco no Tapajós

Nenhum comentário:

Postar um comentário