domingo, 15 de fevereiro de 2015

MORADOR DENUNCIA MADEREIRA QUE ESTARIA CAUSANDO PROBLEMAS AMBIENTAIS NA 15ª RUA

Nosso blog recebeu documento de José Cardoso, morador na 15ª rua aonde o mesmo faz grave denuncia contra uma madeireira, que ela rotula de dissimulação d estância. Ele afirma que vem passando há muito anos por transtornos causados pela madeireira que está lançando camada de fuligem provocada pela serragem da madeira gerando desconforto em sua casa por causa da poluição sonora das motosserras,muita suleira e poluição.

O documento datado de 11 de fevereiro também foi protocolado na Câmara de vereadores já que o denunciante também pediu apoio dos vereadores. Ele relata que já tentou de tudo através do diálogo com o proprietário da madereira para resolver o problemas mas que não tem obtido sucesso em suas tentativas.

Também alerta que num determinado dia o dono da empresa esteve em sua casa dizendo para sua esposa palavras que deixariam subtendido como ameaças. José Cardoso disse que quando buscou ajuda da Secretaria Municipal de meio ambiente fazendo a denuncia e pedindo providências ouviu de um funcionário de que a empresa oferece empregos, o estaria caracterizando em sua opinião, certa proteção já que a semmap que deveria fiscalizar crimes ambientais se omitiu. Entende que o orgão não tomou medidas cabíveis dia 28 de fevereiro do ano passado esteve de novo na Semmap formalizando denuncia por escrito e mesmo assim a denuncia não foi apurada por que a Secretaria alegou falta de pessoal, estrutura etc.. 

O denunciante também chama atenção para o  fato que desde que começou a denunciar à madeireira tem sido constante a presença de viaturas da Policia Militar na empresa. José Cardoso angustiado e se sentindo impotente já que há  mais de dois anos ele e sua família vem sofrendo pelo barulho das motosserras, trafego de caminhões pesados e os fatos relatados acima e nada foi feito pelas autoridades. 

Indignado ele não entende como a Semmap estaria fazendo vista grossa contra o dono da madeireira mas tem sido implacável em investigar cidadãos de bens entre eles o de um Lava jato que funcionava na Paes de Carvalho. Como a Semmap se negou a apurar as denuncias ele não pode nem sequer registrar Boletim de ocorrência na delegacia

Nenhum comentário:

Postar um comentário