sábado, 21 de fevereiro de 2015

DIA 24 É O DIA “D”: SINDISAÚDE TAMBÉM DEFLAGARÁ GREVE SE NÃO FOR APRESENTADA PROPOSTA A CATEGORIA.

profissionais da saúde estão dispostos a grevar caso não sejam atendidos

Uma das maiores queixas dos sindicatos em Itaituba, tem sido o estilo de unilateriedade sob a égide da arrogância e prepotência implementado na gestão da prefeita Eliene Nunes considerada avessa ao diálogo. 

 
Ana Maria "que vergonha Não tem nem remédio no HMI
O Sindisaúde foi um caso emblemático desse distanciamento nesses dois primeiros anos de governo quando sequer resposta de ofícios conseguiu receber. 

 Como estratégia de negociação na tarde de quinta feira, dia 19, o Sindsaúde reuniu em assembleia geral em sua sede e ficou definido que eles irão para mais uma rodada de negociação diretamente com a Secretaria de Saúde Cleocir Aguiar, marcada para o próximo dia 24.

 
Sindsaúde tentando abrir a caixa preta das prestações de contas da PMI
A coordenação do Sindsaúde levará para a reunião sua pauta de reivindicação que consta de reajuste salarial dos Trabalhadores em Saúde, condições de trabalho para a categoria, demandas do PCCR a serem postas em prática, uniformes e identificação para os trabalhadores em Saúde.  Caso saiam de mãos vazias do encontro no dia seguinte o sindicato reunirá a categoria em assembleia e com isso eles deverão votar por entrar em greve tal o grau de insatisfação contra o governo Municipal.

Ana Maria" Nem ofício a prefeitura responde ao Sindicato"

 Para Ana Maria que é uma das lideranças no processo dessa luta, se dia 24 não houver um consenso se o município não apresentar uma proposta concreta que seja benéfica a categoria dos profissionais de saúde, no dia 25 será feita nova Assembleia aonde provavelmente devera haver decisão de estado de greve tendo em vista que o SINDSAÙDE também está reivindicando 25% de aumento salarial em proposta unificada entre os três sindicatos que também lutam pelos mesmos direitos. 

Ana Maria disse que espera que haja um desfecho positivo para todos.  Para vários profissionais de saúde entre eles agentes e enfermeiros o Sindsaúde cumprindo seu papel de defender os associados mais uma vez fará uma tentativa de negociação com a Secretaria Cleocir Aguiar mas não acreditam que o municipio tenha postura e atitude em abrir um diálogo franco e objetivo já que tem se escamoteado fugindo sempre pela tangente

 Caso o governo a exemplo do que fez com os profissionais de educação traga apenas discurso vazio recheado de chorumelas e bla bla blá eivado de propostas inócuas,  inevitavelmente também ocorrerá paralisação dos profissionais de saúde, enterrando mais ainda Itaituba num oceano abissal de incompetência desmedida que aponta um cenário apocalíptico do caos administrativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário