domingo, 18 de janeiro de 2015

Pará vai liderar geração de energia no País Hidrelétricas: Previsão é para o final de 2015, se forem cumpridos prazos de obras ________________________________________

O Pará será o maior produtor de energia hidrelétrica do País até o final de 2015, caso estejam concluídas as três Usinas Hidrelétricas (UHE) que estão sendo construídas no Estado, segundo o Banco de Informações de Geração (BIG) da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Ministério do Planejamento. 

Com as novas instalações, o Pará terá seis usinas e será responsável por quase um quarto dos Kilowatts (kW) produzidos por hora no Brasil em Potência Fiscalizada - aquela considerada a partir da operação comercial da primeira unidade geradora, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

  O País conta, atualmente, com 201 usinas em funcionamento, produzindo 84.169.838 kW por hora (kW/h). Terminadas as obras da UHE de Belo Monte no Rio Xingu, em Altamira; da UHE de São Manoel, no Rio Tele Pires, entre Jacareacanga, Paranaíta (MT) e Apiacás (MT); e da UHE Teles Pires, no mesmo rio, mas ocupando apenas as cidades de Jacareacanga e Paranaíta, o Estado do Pará será responsável pela geração de mais de 21 milhões de kW/h.

 Com essa potência, a energia produzida no Pará representará quase 22% do total gerado no País. Isso se também forem terminadas as obras das oito UHE que estão em andamento em outras localidades do Brasil. Quando todas as novas UHE brasileiras forem inauguradas, a Potência Outorgada - aquela considerada no ato da outorga - nacional será de 102.578.107 kW, e a Fiscalizada deverá ficar próxima disso. Hoje, sem as UHE novas, a Potência Outorgada é de 87.308.965 kW. Portanto, se só as UHE do Pará forem concluídas até o final do ano, o percentual de representação da energia gerada no Estado pelas UHE poderá subir para 25,9%. 

A UHE Belo Monte terá a maior Potência Outorgada (11.233.100 kW) e possivelmente a maior Potência Fiscalizada do Brasil. A usina será a terceira maior do mundo, atrás da UHE Três Gragantas (20.300.000 kW), da China, e da UHE Itaipu (14.000.000 kW), do Brasil e do Paraguai. 

O Liberal orm

Nenhum comentário:

Postar um comentário