domingo, 21 de dezembro de 2014

Secretariado será anunciado após o Natal Governo: Parte dos secretários não será mantida por conta da fusão de alguns órgãos ________________________________________

Simão Jatene afirma que alguns dos nomes especulados poderão compor a equipe do governo em 2015 Especulações não faltam antes da divulgação dos secretários que irão compor a base de governo do novo mandato de Simão Jatene. 

foto-arquivo Liberal

O certo é que alguns dos atuais secretários ficarão de fora da relação, sobretudo porque o número total de secretarias e órgãos foi reduzido de 74 para 56.

 O maior corte recaiu sobre as secretarias especiais de governo: todas foram extintas, após aprovação de projeto de Reforma Administrativa pela Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa).

 A expectativa, no entanto, deve terminar após o Natal, quando Jatene anunciará a lista. O pacote da Reforma Administrativa foi aprovado por maioria de votos na Alepa. De uma maneira geral, a proposta acaba com as secretarias especiais, determina a fusão de órgãos, extingue e reformula outros e cria os Centros Regionais de Governo. 

Segundo cálculos do governo, cerca 600 cargos comissionados serão extintos, o que deve gerar uma economia de R$ 15,6 milhões ao ano aos cofres públicos. Para o governador Simão Jatene, a Reforma Administrativa vem ao encontro dos anseios da população, no sentindo de melhor aproveitar o uso dos recursos públicos.

 “É importante deixar claro que não vamos extinguir órgãos. O que está sendo feito é a fusão e integração de determinados órgãos. Os servidores efetivos serão incorporados aos novos órgãos, nas funções que exercem hoje. Minha preocupação maior é tranquilizar as pessoas”, garante o chefe do Executivo. Segundo Simão Jatene, além de racionalizar as operações, a economia visa reduzir custos das atividades meios.

 “O que acontece nesse País é uma ideia equivocada, por meio da qual, não raramente, as atividades meios substituem as fins. Assim, as atividades meios acabam consumindo tantos recursos, que sobra cada vez menos para aplicar nas atividades fins”, explica. O Liberal Digital!

Nenhum comentário:

Postar um comentário