segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

GARIMPEIRO TENTA MATAR MULHER POR ASFIXIA E ESTÁ SENDO PROCURADO PELA POLICIA.

Ruthinéia Silva, cozinheira de garimpo , de 28 anos chegou na 19ª Seccional com ferimentos nos braços, perna e pescoço após ter sido agredida de maneira violenta pelo companheiro Nilton Silva que é garimpeiro e não estava aceitando a separação após um ano de
socos no rosto
relacionamento.

 Ruthineia conta que primeiramente foi agredida por volta de quatro da manhã no Club quarentão. Quando chegou em casa uma hora depois teve sua casa invadida por Nilton De acordo com Rutinéia ela perdeu a conta de quantas vezes foi agredida e que somente agora resolveu criar coragem e denunciar já que era ameaçada de
morte caso procurasse a delegacia da mulher.

 
por um triz ela não morreu asfixiada
Na segunda sessão de espancamento Nilton quebrou todos os pertences da vitima e tentou matá-la asfixiada. A policia militar numa guarnição comandada pelo sargento feminino Ione ainda saiu no encalço do garimpeiro agressor, mas o mesmo conseguiu fugir da casa aonde estava. 

 

  A vitima que trabalhava no garimpo do Botica junto com o agressor disse que não volta mais ao garimpo e não quer mais manter nenhuma reação com Nilton já que teme  ser morta por ele.

Ultimamente  tem sido elevado o índice de violência contra mulheres em garimpos. A maioria dos casos é motivado por ciúmes dos homens

Nenhum comentário:

Postar um comentário