domingo, 21 de dezembro de 2014

Celpa instala novo modelo de medidor sem aviso prévio Consumidores são surpreendidos com novos aparelhos e com serviço ruim ________________________________________

Por: O Liberal -  Foto: arquivo O Liberal.

consumidor sempre levando a pior contra a Rede Celpa

 A instalação dos novos modelos de medidores de energia, realizada pela Celpa, tem incomodado os moradores do bairro da Marambaia, em Belém.

 As reclamações mais frequentes são a falta de aviso prévio aos clientes e a má qualidade do serviço realizado. Fios expostos e calçadas e canos quebrados são algumas das principais queixas. 

Segundo a concessionária, o novo modelo substitui as caixas padrões da rede de energia, conhecidas como olhões, e a expectativa é que até o final do ano tenham sido substituídos 100 mil padrões de medição em todo o Estado. No conjunto da Cohab, o funcionário público Daniel Teixeira, 50, foi um dos consumidores que se sentiu prejudicado.

 Diferente de outros vizinhos, ele até foi avisado do serviço e chegou a assinar uma autorização, mas não adiantou. “Os agentes queriam colocar o medidor no meio da fachada da minha casa, mas eu reclamei e os orientei a instalarem mais para o canto. Porém, tive que sair para trabalhar e, quando retornei, encontrei a frente da casa com lajotas quebradas, o fio-terra exposto e o aparelho instalado de cabeça para baixo”, reclamou. 

Ele foi a uma Agência de Atendimento para protocolar a queixa, mas foi comunicado que o prazo para a realização da vistoria é de 10 a 15 dias, apesar de as equipes ainda estarem trabalhando no conjunto. A vendedora Francisca Oliveira, 50, também foi surpreendida ao voltar para casa após uma viagem. “Eles fizeram a instalação sem a minha presença e deixaram a frente de casa uma bagunça, com restos de fio e um pedaço de cano quebrado.

 Ao lado do portão da garagem, foi colocado um poste de ferro, com dois medidores afixados, impedindo que eu entrasse com o carro”, contou. Os fios interligados ao medidor atravessam a frente da janela do segundo andar, o que também incomoda Francisca. “O fio ficou muito próximo, é um perigo para crianças. Além da estética, deixa feia a fachada da casa. Na maioria dos casos, os postes foram colocados na casa de quem não estava presente”, criticou. 

Outro morador, que não quis se identificar, informou que teve a calçada quebrada por causa do poste auxiliar, e questionou o critério para instalação do aparelho, que ficou bem embaixo do cano por onde escoa a água da chuva.  “A tubulação que escoa a água está caindo bem em cima do registro onde eles colocaram e é um perigo, isso aí pode causar um acidente grave”, explicou.

 NOTA - Em nota, a Celpa esclareceu que as substituições ocorrem por conta do fim da vida útil dos olhões e também para atender a demanda cada vez mais crescente dos clientes, que desejam que os medidores possam ser visualizados facilmente. Por isso, a empresa optou por trocar o “CP Rede” pelo padrão convencional, que é o mesmo utilizado pela grande maioria das concessionárias do país. 

A concessionária garante que o equipamento é fiscalizado pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia) e autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

A Celpa alega que comunica os consumidores informando o motivo da substituição do equipamento, bem como realiza a troca do medidor na presença de algum morador da residência, de acordo com a Resolução Normativa 414/2010 da Aneel. No entanto, em caso de substituições de caráter emergencial, a presença do cliente não é necessária, sendo enviada uma comunicação ao consumidor, posteriormente.

 As reclamações relacionadas ao novo medidor devem ser feitas pelo telefone 0800 091 0196 ou através das agências de atendimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário