quinta-feira, 30 de outubro de 2014

PRESTAÇÃO DE CONTAS DO 2º QUADRIMESTRE/ 2014: COM BAIXA CAPACIDADE DE INVESTIMENTOS, ITAITUBA GASTA MAIS DO QUE ARRECADA.

Na noite desta quarta feira dia 29, a prefeitura de Itaituba apresentou no plenário da Câmara seu relatório resumido da execução orçamentária do 4º Bimestre de 2014 referentes aos meses Julho/Agosto/. 

 As cadeiras do plenário foram todas ocupadas por secretários, diretores, e assessores da prefeita Eliene Nunes que
contador detalhando prestação de contas...ao lado do presidente Wescley Tomaz
foram prestigiar a prestação de contas. 

Do total de 15 vereadores só estiveram presentes os vereadores João Paulo(PT), Wescley Tomaz (PSC), Maria Pretinha(PSDB) e Luiz Fernando Sadeck –Peninha (PMDB).   Quem fez a explanação na prestação de contas foi o contador que que assessora  a prefeitura, Anfrísio Augusto Neri da Costa Nunes. 

 Apesar da complexidade dos números  , e da linguagem ser muito técnica,   o que dificulta o entendimento, o contador tentou simplificar explicando cada detalhe entre receitas e despesas. 

cadeiras ocupadas por secretários e assessores da prefeita

O contador disse que as maiores despesas são com folha de pagamento e INSS, tanto que nesse quadrimestre a prefeitura gastou mais do que arrecadou.

 O contador fez um alerta sobre o aumento da arrecadação com os novos investimentos, que também trará juntos mazelas sociais a exemplo de Altamira que hoje vive um verdadeiro caos de violência urbana e outros problemas sociais.

camara lotada por funcionários da prefeitura

 Para augusto a saída para os municípios é o pacto federativo. O quadrimestre fechou segundo o contador com receita de R$ 109.628.408,04 (Cento e nove Milhões, seiscentos e vinte e oito mil, quatrocentos e oito reais e quatro centavos. 

João Paulo questionou o pífio desempenho administrativo de Eliene Nunes

Mas teve gastos de R$115.576.312,37(Cento e quinze milhões,quinhentos e setenta e seis mil, trezentos e doze reais e trinta e sete centavos, gastando acima do que arrecadou justificando esse déficit com a discrepância entre arrecadação e gastos Augusto reiterou mais uma vez que o “Calcanhar de Aquiles” dos prefeitos em todo o Brasil em Itaituba não é diferente é o que é repassado para o INSS e para o patronal, além da manutenção da maquina administrativa que requer gastos recorrentes versus receitas recorrentes, além de que atribui a arrecadação de Itaituba com grande dependência dos repasses de
Peninha criticando péssimo desempenho nesses dois anos de governo
transferências.

 Após explanação feita pelo contador aos assessores, diretores, secretários da Prefeitura, o vereador João Paulo fez alguns questionamentos. Indagou do contador sobre o porque da prefeitura não ter concluído há dois anos a praça do Congresso, de não ter chamado os concursados enquanto mantem muitos temporários, principalmente na saúde. Para João Paulo é inadmissível que mesmo com mais de 115 milhões empenhados a gestão de Elieine Nunes não consiga pagar fornecedores, principalmente da merenda escolar numa clara demonstração de falta de capacidade de investimento...

 
sem divulgação a prestação de contas foi feita para servidores da prefeitura
Mas o contador saindo pela tangente não soube detalhar para o vereador esse contrastes entre o que foi arrecadado e os problemas enfrentados pelo município quanto a não vir honrando diversos pagamentos de fornecedores, além, de que a Seminfra está sucateada sem equipamentos para enfrentar os rigores do próximo inverno que está vindo ai. 

João Paulo também questionou sobre o rateio aos profissionais da educação, mas o contador enfatizou que a prefeita Eliene  Nunes não fará o rateio a  exemplo do ano passado, pelo fato de que já deu aumento de 12% e o rateio na verdade não passa de um artifício fiscal que sequer conta para efeito de aposentadoria do servidor da educação, considerando o abono ou rateio como uma exceção, já que mês a mês o mesmo já vem incorporado no salário dos professores.

2 comentários:

  1. Enquanto a gente ver quem apoiou a prefeita no governo na eleição passada se dando bem e a gente não sabe de onde vem esse dinheiro. Parabéns pra prefeita, porque quem gasta mais do que arrecada acaba indo a falência. O pior é pra quem vai assumir a prefeitura depois dela. Porque essa aí é caso perdido.

    ResponderExcluir
  2. quando elaboramos matérias desse naipe além da entrevista com os especialistas, pesquisamos e lemos documentos técnicos já que não se trata de uma pauta comum, portanto o que está nas informações foi corroborada pelo contador da prefeitura e você tem razão caro anônimo quando comenta que quem gasta mais do que ganha a tendência é ir a bancarrota, a ruína financeira e isso serve tanto para quem está como prefeita como para nossa vida pessoal, uma regra básica que qualquer leigo deveria entender... Ocorre que nem o secretário de administração esteve presente na prestação de contas.

    ResponderExcluir