sábado, 25 de outubro de 2014

ASSIM FALOU GREGÓRIO DE MATOS, O BOCA DE INFERNO ITAITUBENSE: ADÃO NO PARAÍSO E AS MULHERES CRIARAM O INFERNO

Toninho piloto enfiou verbalmente o pé na jaca 

Não foi bem assim, mas foi isso que ele quis dizer e disse.    O vereador Toninho Piloto na ultima sessão da Câmara quarta feira dia 22, fez uma referência confusa sobre a Gênese bíblica tentando dizer que o vereador Peninha apesar de muitos mandatos é um vereador improdutivo e que Peninha voltou para conturbar a ordem no paraíso, no caso a Câmara.

 Uma barafunda nasceu dessa má construção sintática. “Começou dizendo que ” lá no paraíso Adão vivia tranqüilo, só de sombra e água fresca e ai Jesus colocou a mulher na sua vida, ai começou a desgraça do Homem, a mulher virou a maior desgraça na vida do homem"  . 

Só que ele trocou a mulher pela serpente e criou um angu de caroço. Já que em gênseis o coisa ruim se metamorfoseou de cobra e induziu a mulher (Eva) a fazer Adão comer do fruto do pecado.

 Muita gente entendeu que a mulher que desmoralizou o paraíso na citação de Toninho, como sendo a prefeita Eliene Nunes, pelo momento político de instabilidade e avacalhação administrativa que o município vem passando. 

 Mas o vereador complementou, se referindo ao vereador de oposição Peninha:  ”Se vossa excelência observar tem uma mulher que planta árvores em Itaituba, observe ela, e plante uma árvore também”.

   A simbologia de sua fala criou várias janelas de entendimento. Foi uma uma intenção  aparentemente retórica, mas sem nexo, uma idéia descontextualizada, aonde ninguém entendeu nada e quem tentou entender ficou mais confuso ainda. 

 Só quem não gostou muito da reflexão do Gregório de Matos tupiniquim, foram às mulheres que estavam na sessão que consideraram a frase do vereador além de machista, de péssimo gosto. O tropeço verbal de Toninho suscitou um abaixo assinado de protesto coordenado pela professora Antonieta Lima. 

Depois da última pisada de bola aonde ele havia colocado uma mensagem pornô no celular, se referindo à higiene peniana que precede a cópula sexual, uma fornicação também negada por ele. 

 Toninho Piloto se superou com mais essa sobre Adão e Eva no Paraíso... E para completar o festival de frases mal elaboradas ainda disse que se ele bater na mulher e tiver dinheiro para pagar fiança, não vai preso, se referindo a lei Maria da penha que na sua concepção só serve para arrecadar dinheiro para governo com pagamento de fianças. 

 Se não foi bem isso que ele quis dizer, mas o vereador personificou a mulher como simbologia demoníaca com suas artimanhas e armadilhas sedutoras... Égua do discurso Paidégua.  

 E tudo ao que parece estava escrito nas tábuas de Moisés, menos esse repente bizarro que até agora vem provocando um Tsunami de protestos por parte das mulheres que não gostaram do rótulo.  Só que ninguém entendeu nada e foi ai que a porca enroscou o rabo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário