quinta-feira, 28 de agosto de 2014

ITAITUBA TEM (12%) DE ANALFABETOS E INDICE DE POBREZA NA MARCA DOS 14,2%

se fosse no outro governo iriam dizer que ele é analfabeto, e se tratando de uma professora?

Numa cidade aonde a atual prefeita foi secretaria de educação por dois mandatos na gestão do ex prefeito Roselito Soares a noticia soa como um contrasenso. Em relatório exibido pelo Ministério de Planejamento no decorrer de uma oficina para debater as perspectivas do futuro do Tapajós mostrou um cenário nada animador com números que preocupam.

ao invés de construir a prefeita fez foi demolir asa escolas Alice Carneiro e Gaspar Viana

 Os números mostram que 12,5% da população de Itaituba é analfabeta quando também este mesmo índice, 12,5% é registrado no município de Aveiro. Só ganhamos de Rurópolis, e Trairão aonde o índice de analfabetismo é de 16,2%; no Trairão é de 17,8% . Jacareacanga ocupa pior índice de analfabetismo é de Jacareacanga, com 25,9% e o município com o menor índice é Novo Progresso, com 8,1%. 

 Em termos de pobreza o município de Aveiro, é o que apresentou a maior taxa de extrema pobreza, 50,1%. Seguido de Jacareacanga, que tem um índice de 37,4%. Itaituba tem 14,2%; Rurópolis, 25,3%; Trairão, 22,1% e Novo Progresso, 25,1%. O relatório ainda revela um dado que demonstra que os municípios da região pouco tem avançado no seu desenvolvimento já que os municípios de Aveiro, Jacareacanga e Itaituba, são os que mais recebem o beneficio do Programa Bolsa Família. 

 Novo Progresso, além de ser considerado a nova fronteira agrícola, também carrega a triste marca de ser o mais violento da região com elevadas taxas de mortalidade por homicídio, ao contrário de Aveiro e Ruropólis que são considerados na pesquisa como os municípios mais tranquilos p\ara se viver com os menores índices de violência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário