quarta-feira, 2 de julho de 2014

APERTEM OS CINTOS, A COMANDANTE SUMIU: FALTA DE GESTÃO DEIXA PREFEITURA NA ESCURIDÃO

foto-Junior Ribeiro

Apertem os cintos, o piloto sumiu! Itaituba vive um cenário de caos em desorganização administrativa aonde o governo derrapa em pequenas coisas que vão gerando uma imagem negativa no quesito competência. Desde que Eliene Nunes assumiu em 2013 Itaituba mudou para pior. O corte de energia na prefeitura em outros prédios corrobora a existência de um quadro negro. 

Corte de energia por falta de pagamento, e não foi à primeira vez. E nesse emaranhados de erros primários nascem às perguntas que não querem calar?

 A arrecadação caiu e os salários de servidores em atraso, fornecedores reclamando que não recebem?  E a prefeitura não fez um aumento abusivo nos tributos, o itaitubense é sonegador por acaso não paga seus impostos?.

 Mas a reboque do corte de energia vem mais um fato inusitado. Negando férias para servidores por não ter dinheiro para pagar esse sagrado direito do trabalhador. Tentando tapar o sol com a peneira,  o governo das propagandas enganosas faz maquiagem em postos de saúde e inaugura para passar a impressão que está trabalhando. 

Em alguns setores a indigência é total faltando até o sagrado cafezinho. O governo pode ate continuar jogando os erros para os ex prefeitos alegando que ainda não teve tempo de arrumar a casa, mas o Itaitubense já deve estar visualizando que esse festival de desculpas esfarrapadas não mais convence ninguém. Ainda\ bem que o slogan dela é sei fazer e vou fazer, mas o povo continua esperando para saber quando esse trabalho vai aparecer.

 Por enquanto o governo de todos se resume a um gueto religioso que mistura religião e política aonde não há uma linha imaginária que inclua o povo usado como mote principal para elevar a professora a liderança maior do município , uma professora que ainda não assimilou a principal lição de que não pode jogar no lixo seus compromissos nem discursos de campanha até porque o tempo tem sido inexorável com quem cria antítese entre atitude e discursos

Nenhum comentário:

Postar um comentário