sábado, 3 de maio de 2014

ITAITUBA: ESTELIONATÁRIOS ACUSADOS DE GOLPE MILIONÁRIO SÃO PRESOS

Fábio da Cruz da Silva e Rosimere Benício Ferreira foram presos nesta sexta-feira (2) acusados de aplicação de um golpe milionário, aonde roubaram 40 quilos de ouro avaliados em cerca de R$ 3 milhões. 

casal de estelionatários aplicou golpe milionário

Eles são integrantes de uma quadrilha especializada em crimes de estelionato com atuação em todo o pais sendo composta por estelionatários, formada por mato-grossenses e paulistas. Fábio foi preso no estado do Mato Grosso pelo investigador Paulo Genaro Moreira, com apoio da Polícia Civil paraense. Rosimere foi presa em São Paulo. 

Os presos devem ser transferidos para a sede da Polícia Civil, em Itaituba, sudoeste paraense, neste domingo (4). As prisões haviam sido decretadas pela Justiça de Itaituba. Outras pessoas também estão envolvidas com o grupo, entre elas um empresário de origem francesa, estabelecido em Belém, o qual também teve mandado de prisão decretado e permanece foragido. 

 De acordo com o delegado Jardel Guimarães, titular da Superintendência Regional do Tapajós, , as vítimas dos golpistas são dois irmãos, que atuam como empresários no ramo de comércio de ouro, na área do garimpo Tabocal, em Itaituba. O delegado explica que o crime foi cometido em 24 de dezembro de 2013.

 Na época, o delegado afirma que a quadrilha de golpistas entrou em contato com as vítimas, inicialmente por telefone, se identificando como empresários de Brasília, no Distrito Federal. Com boa lábia , convenceram convencer as vítimas, argumentando que estavam interessados em comprar 40 quilos de ouro.

 Ainda. As investigações descobriram que os golpistas conseguiram agendar dois encontros com as vítimas para fechamento da transação na compra do ouro. 

 Um deles foi em um hotel na cidade de Marabá e o outro em Goiânia, (Goiás) , também em um hotel. No dia D,com muita astúcia e esperteza os supostos empresários no papel de estelionatários vieram até Itaituba quando mostraram aos empresários quatro malas, recheadas de cédulas de real.  

Eles estrategicamente ainda contaram parte do dinheiro na presença das vítimas, no ato da transação da com pra do ouro.compra . Pra disfarçar,  das notas contidas nas malas apenas quinze mil reais eram de cédulas verdadeiras, as demais eram falsas, mas os empresários descobriram somente depois que tinham sido vítimas de estelionatários que fugiram em seguida. 

Dos 40 quilos de ouro, ,  20 de ouro  foram recuperados  em uma operação feita por agentes da Polícia Federal, em Várzea Grande (MT). No decorrer do inquérito , a Polícia Civil descobriu que, entre os envolvidos no crime, estava o piloto da aeronave, Fábio da Cruz da Silva, preso em Várzea Grande.

 Rosimere Ferreira foi quem agiu diretamente na tramoia fazendo os contatos via telefone com o empresário assim como também indo no garimpo, em Itaituba, para fechar detalhes da compra do ouro. Outros membros da perigosa quadrilha foram presos, há um mês, em um hotel, em Teresina, no Piauí, com malas abarrotadas de dinheiro falso, quando se preparavam para aplicar golpe no mesma modalidade do que foi aplicado nos empresários do ramo de ouro em Itaituba.. 

Com fotos e informações da Policia Civil

Um comentário:

  1. eu sou o fabio da cruz da silva acusado de ter dado o tal golpe so q fui preso inocente e tenho em maos o meu depoimento que me inocenta em tds q nao passou d alguma desinformacao da policia civil .... mas isso a policia nao divulgou nada sobre isso como o delegado jardel nao quis fazer uma coletiva pra divulgar isso quero pedir ao nobre jornalista que me de o direito de resposta pq fui prejudicado com minha imagem esposta sem falar nos 5 dias que fiquei preso injustamente...

    ResponderExcluir