domingo, 15 de setembro de 2013

Profissionais do programa Mais Médicos chegam a Belém. A partir do dia 22, Aveiro e Itaituba já recebem os profissionais cubanos


Os cubanos vão atender em lugares ausentes de médicos brasileiros

Um grupo com 63 profissionais estrangeiros e brasileiros do programa Mais Médicos chegou ao Pará na tarde deste sábado (14). Os médicos foram recepcionados na Base Aérea de Belém pelo secretário Estadual de Saúde, Hélio Franco, e o representante do Ministério da Saúde, Antônio Ribas. Dos 63 estrangeiros destinados pelo programa ao Pará, 62 são cubanos. Há também um brasileiro, que teve formação acadêmica na Argentina.


O grupo foi recebido com flores e doces típicos do Estado por pessoas que os aguardavam na base aérea. Ao contrário de capitais como Fortaleza, na qual médicos brasileiros protestaram contra a chegada dos estrangeiros do programa, em Belém a recepção foi calorosa e nenhum incidente foi registrado. À imprensa, os profissionais disseram ter um sentimento de contribuição com a saúde brasileira.

Os médicos que chegaram hoje farão atendimentos em municípios paraenses das regiões sudoeste, nordeste e Ilha do Marajó. A região marajoara terá 12 municípios atendidos pelo programa. Entre eles Melgaço, considerado o município com pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país. Em Itaituba, os estrangeiros terão como pacientes a índios atendidos pelo Distrito Sanitário Especial Indígena. Em Altamira o mesmo atendimento será feito pelo único brasileiro do grupo, o médico Rogério de Amorim Oliveira.

Neste domingo (15),  o grupo será levado ao hotel Paraíso, em Mosqueiro, região metropolitana de Belém, onde começarão a semana de acolhimento. Durante esse período os profissionais do Mais Médicos conhecerão o funcionamento dos serviços de saúde e as características da população da região. A partir do dia 22, eles seguem para os municípios a que foram designados.

FONTE DA MATÉRIA

Redação Portal ORM com informações do repórter Eduardo Rocha (O Liberal)
Foto: Roberto do Vale (O Liberal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário