quarta-feira, 14 de agosto de 2013

‘SÓ QUERIA DAR UM SUSTO NELE ” !INDIGENA JUSTIFICANDO PORQUE MATOU AMIGO DE FARRA EM JACAREACANGA.

INDÍGENA DE ALTA PERICULOSIDADE.FOTO-REP.FOCALIZANDO

Uma justificativa bizarra com componentes de futilidade, foi dada pelo Índio MundurucuI Raulison Paigõ Mundurukú, 19, ao confessar ter sido o autor da morte do jovem Israel Monteiro da Silva, 27. Railison que é considerado de alta periculosidade volta para  nova para custódia do Sistema Penal do Estado. 

VÍTIMA NÃO TEVE CHANCES DE REAGIR (FOTO FOCALIZANDO)

Israel foi morto após receber violenta facada no peito esquerdo, tendo morte instantânea, já que não pode esboçar nenhuma reação. 

 O criminoso em sua versão disse que teria sido ameaçado pela vítima. Mas o que a policia considerou relevante nas investigações é que o assassino não teria agido sozinho já que de forma covarde ainda contou com ajuda de mais três elementos, Valdez Moraes Lobato, Daniel Saw Munduruku e um menor de 15 anos que não teve seu nome divulgado pela Policia.

 O Homicida foi conduzido para Itaituba após ter sido preso sábado dia 10 em Jacareacanga sob forte proteção policial já que havia um clima de revolta, que poderia redundar em agressões ou tentativa de linchamento contra o indígena, já que a vitima era benquista em Jacareacanga. 

No domingo, dia 11, o criminoso no programa Focalizando confessou a autoria do crime, afirmando com extrema frieza que matou Israel. Mas no final se mostrou arrependido, afirmando que não tinha intenções de matar o amigo de farra,mas apenas lhe dar um susto,se dizendo arrependido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário