sábado, 18 de maio de 2013

GESTÃO PARTICIPATIVA: PREFEITO FUZICA PRESTA CONTAS DO QUADRIMESTE COM A POPULAÇÃO.

Superando todas as barreiras administrativas herdadas da gestão anterior, o atual prefeito Olinaldo Barbosa”Fuzica”,
numa demonstração de que vem governando com respeito e transparência promoveu uma prestação de contas pública como gestão participativa, no auditório do CRAS. De forma objetiva vários secretários fizeram uma explanação dos avanços ao longo do quadrimestre de 2013, transcorrido terça dia(06). Coordenada pelo bacharel em direito e Assistente Social Miguel Neto, foi exibido em slides ações atuais e projetos futuros já em processo de serem executados.

 A Secretaria de Assistência social, Marlize Porto falou sobre os programas que está sendo executada inclusão socioeducativa principalmente voltada as crianças, jovens e idosos. Marlize disse ainda que mesmo com muitas dificuldades o prefeito vem sendo sensível a causa social de Aveiro dando apoio incondicional aos programas e eventos realizados neste período. No aspecto do fomento financeiro o coordenador do Credcidadão Wargnex Ribeiro sintetizou um limite entre o caos e a ordem quando mostro em gráficos o elevado número de inadimplência causada pelo não pagamento de salários de mais de cinco meses na gestão passada. 

Com Aveiro sob comando do atual prefeito Wargnex disse que dos 20% deixados pelo ex prefeito, hoje a taxa caiu para 12% e em 6º dias essa reduzirá ainda mais atingindo o limite permitido de 10%, fato esse que o Coordenador atribui elos salários em dia pagos no atual governo. Ainda no âmbito social Miguel Neto que é um dos pioneiros na implantação de programas sociais na região da Transamazônica, afirmou que Aveiro vai ganhar os projetos Cheque Moradia (já tenso sido assinado termo de adesão)voltado para 50 famílias com o Estado através da COHAB, assim como também Secretaria de Assistência Social já foi contemplada com uma lancha para facilitar o atendimento as comunidades ribeirinhas.

 Neto inclui ainda entre as conquistas sociais o projeto Ouro Verde que é voltado para a inclusão com sustentabilidade. Todos os projetos direta ou indiretamente, segundo Neto tem tido apoio decisivo da Defesa Civil que hoje está regulamentada em Aveiro apta a receber qualquer beneficio. Finalizando a prestação de contas dos quatro meses de governo, o prefeito em rápidas pinceladas enumerou os avanços, embora enfatizando que não tem sido fácil administrar Aveiro com tantas mazelas herdadas do ex prefeito. Olinaldo Barbosa destacou os 20 km, dos 48 previstos que já foram recuperados na PA 114(Transforlândia) que embora seja de competência do estado vem sendo feita pelo Município com recursos próprios e apoio de empresários da região. 

Outro avanço citado pelo prefeito foi os mais de cem mil reais investidos em mortes para as comunidades que ainda não são beneficiadas pela energia do linhão citando Apacê onde entregou na quarta feira pela manhã um motor que custou doze mil reais para ser recondicionado, mas que ficou em estado de novo para atender a comunidade de 100 famílias. Lembrou também o maior entrave que vem sendo o desconto na fonte de mais de cem mil do FPM(em abril foi apenas 380 mil reais) para pagamento de parcelas não pagas pela gestão passada e que estão dificultando seu governo haja vista que hoje além de estar inadimplente Aveiro só conta com o FPM para bancar essa e outras despesas.

 Fuzica reiterou mais uma vez, o que vendo uma praxe me seus discurso o fato de que hoje uma administração moderna para ser dinamizada depende da visão de gestor e não apenas de prefeito, considerando ao existir mais a figura do prefeito(a) mas sim do gestor.Falou sobre o encontro mantido com Ministros e secretários de estado onde levou várias reivindicações na sua pauta de reuniões mantidas entre elas uma maior flexibilidade na negociação dos débitos com a previdência social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário