sexta-feira, 29 de março de 2013

POR 8X3 CÃMARA REJEITA PEDIDO DE CASSAÇÃO DO VEREADOR ISAAC DIAS

Da mesa diretora apenas Célia não apoiou Isaac Dias

Aguardado com muita expectativa, um pedido de uma provável cassação do mandato do vereador Isaac Dias(PSB), não foi concretizado. A votação acabou num placar elástico de 8X3 a favor do vereador. O calhamaço de documentos chegou às mãos do presidente Wesclei Tomaz quase ao termino da sessão de terça feira dia 26. 

Isaac em discurso contundente convenceu a Câmara a rejeitar pedido de investigação e cassação.

O presidente da casa deu a informação e pediu para a vereadora Célia Martins fazer a leitura da denuncia com as respectivas provas anexadas. 

O teor do pedido de investigação contra Isaac Dias nas denuncias se referiu ao episódio recente  (dia 27 de fevereiro) quando o vereador usando a tribuna da Câmara acusou o capitão Pedro como sendo o responsável pela fuga de sete presos num plano macabro que previa a morte da vice diretora da cadeia publica e do próprio vereador. Isaac disse que se tratava de uma ação política para desestabilizar o atual diretor Márcio para que fosse feita nova indicação ao  cargo de diretor da cadeia pública.  

Isaac além do capitão envolveu mais pessoas no que classificou como uma “quadrilha” entre elas o ex prefeito Valmir Clímaco, ex vereador Peninha, deputados Nélio e Hilton Aguiar, o que resultou em mais de uma dezena de processos que estão tramitando na justiça contra Isaac.  Após a leitura do documento Isaac pediu a palavra e disse que se a Câmara aprovasse aquele pedido de investigação com possível cassação, ela estaria inviabilizando a partir de então qualquer denuncia em plenário. 

O pedido encaminhado pelo advogado Adalberto Viana”Cabano” que defende o acusado Capitão Pedro foi posto em votação e como se previa pelos discursos que antecederam a mesma, cerca de oito vereadores votaram contra o pedido de investigação e três a favor. Contra o pedido de suposta\ cassação de Isaac votaram Dirceu Biolchi, Dr. Diniz, Diomar Figueira, Manoel Dentista Wesclei Tomaz. Toninho Piloto, Arismar e Dadinho caminhoneiro. A favor da investigação  votaram apenas Nicodemos Aguiar, Yamax Prado e Célia Martins.
Nicodemos Aguiar, irmão de Hilton Aguiar votou pela investigação contra Isaac

 Não estiveram presentes Maria Pretinha(por problemas de saúde) e vereador João Paulo. A sessão foi tensa encerrada após o resultado favorável a Isaac. O advogado elencou diversos artigos de lei do Código Penal tipificando que o vereador extrapolou nas denuncias e sem as provas devidas teria cometido quebra de decorro parlamentar passível de cassação de mandado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário