sábado, 16 de março de 2013

PMs vão poder registrar ocorrências em delegacias

REFORÇO

 Segup também promete realizar concurso para contratar policiais A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) anunciou ontem, em entrevista coletiva à imprensa, uma série de mudanças para melhorar o atendimento da população que busca as unidades policiais do Estado. Uma delas, que deve ser homologada na próxima semana, autoriza policiais militares realizarem o registro das ocorrências. Além de concurso público para a ampliação do quadro policial, o Governo do Estado deve implantar até o segundo semestre uma Central de Ocorrências para agilizar e facilitar o acesso das vítimas ao procedimento policial. 

Para aumentar o efetivo militar, o Estado irá autorizar policiais da reserva a retornarem às atividades, no âmbito interno das delegacias, aumentando dessa forma o número de policiais para atuar nas ocorrências policiais. As medidas foram anunciadas após denúncia do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado do Pará (Sindpol), veiculadas na imprensa local, sobre o "péssimo atendimento noturno" nas unidades policiais da capital. A reportagem enfocou duas situações registradas na Delegacia do Jurunas e na Seccional da Cremação. Em ambos os casos as vitimas não conseguiram registrar a ocorrência. 

O diretor da Seccional da Cremação, delegado Aldo Botelho, nega ausência de policiais no plantão, alegando que três funcionários estavam disponíveis para atender à população. "Três policiais estavam de plantão e foram registrados diversos procedimento durante a madrugada, inclusive um homicídio", afirma o policial. 

A partir da próxima semana, policiais militares poderão registrar as ocorrências, trabalho integrado que já vendo discutido na esfera da segurança publica. O presidente do Sindpol, Rubens Teixeira, afirma que a medida configura desvio de função, no entanto o secretario de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, afirma que o procedimento irá dinamizar e favorecer o trabalho policial. 

ele o cidadão já é responsável pelo registro de um terço das ocorrências registradas no Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), através da Delegacia Virtual. "Os policiais militares já vêm sendo treinados para realizar o procedimento dentro das unidades policiais", adianta. 

O Liberal Digital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário