domingo, 3 de março de 2013

Governador recebe alta do Hospital do Coração

TRATAMENTO

 

 Simão Jatene passou por cirurgia para introdução de um stent em artéria O governador Simão Jatene recebeu alta do Hospital do Coração, na manhã de ontem, onde estava internado depois de realizar um procedimento cirúrgico para a introdução de um stent - dispositivo que desobstrui uma artéria - na quarta-feira (27). Apesar de não precisar alterar sua rotina de trabalho, o governador terá de incorporar hábitos saudáveis, segundo informou a cardiologista particular do gestor, a médica Heloísa Guimarães. No decorrer da semana Jatene ainda fará um retorno ao hospital para, só então, voltar à capital paraense. A obstrução parcial da artéria, que estava bloqueada por uma placa de gordura foi diagnosticada em um cateterismo com microcâmera que apontou o problema.

 Só então foi recomendada a implantação de um stent, dispositivo interno de uso permanente, que se expande para possibilitar o fluxo sanguíneo normal. Este foi o quarto stent implantado no governador. Em 1999, ele teve de colocar os dois primeiros. O terceiro veio dez anos depois. Abalado pela morte do ex-governador Almir Gabriel, no dia 21 do último mês, Jatene deixou de ir ao enterro por recomendação médica.

 O procedimento no Hospital do Coração durou duas horas, de 13h30 às 15h30, sob comando do cardiologista José Eduardo Souza. Depois da realização do procedimento, o governador Simão Jatene ficou no hospital até ontem para realizar outros exames de rotina.

 Segundo a cardiologista Heloísa Guimarães, que é também secretária adjunta da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), foram realizados exames de rotina, como "tomografia de abdômen e laboratoriais de sangue e urina". O stent é uma espécie de prótese metálica, formada por uma pequena mola, que é introduzida de maneira contraída e, depois de alcançar o ponto desejado, se expande, esmagando a placa de gordura que obstruía a artéria e abrindo o vaso de modo a permitir o fluxo sanguíneo normal. 

O stent foi embebido em antibiótico para evitar lesões causadas na parede interna do vaso. "Não há restrições às atividades do governador", declarou a médica Heloísa Guimarães. A rotina do governador, porém, deve mudar. Aos compromissos de governo, Jatene deverá incorporar atividades físicas regulares e, também, uma dieta sem gordura, além de realizar um controle periódico da pressão arterial. "Ele terá de tomar as medidas de qualquer paciente que foi submetido a um cateterismo", declarou a cardiologista. Na próxima quarta-feira, o governador ainda terá de fazer mais um retorno ao Hospital do Coração e, só então, voltará às atividades no Pará. 

Fonte- Jornal o Lberal-on-line

Nenhum comentário:

Postar um comentário