quinta-feira, 14 de março de 2013

DEPUTADOS DIZEM QUE HOUVE TORTURA CONTRA PRESOS EM ITAITUBA.

COMISSÃO DENUNCIA CORRUPÇÃO E FACILITAÇÃO DE FUGA
Em matéria publicada na edição do Jornal o liberal de 13 de Março (quarta feira) a Comissão dos direitos Humanos , da Alepa que esteve em Itaituba ouvindo presos e familiares dos presos em Itaituba, afirmou que de fato houve sim tortura, onde os presos apanharam de cassetetes, porque foram vistas pelos deputados marcas visíveis nas costas dos detentos.
DIRETOR DO PRESÍDIO TEMIA FUGA EM MASSA

 Pelo que foi levantado in loco, a Comissão afirma também que a fuga dos setes presos foi facilitada. A denuncia foi feita diretamente pelo deputado Carlos Bordalo(PT). Bordalo disse ainda que os PMS do grupamento Tático também usaram spray de pimenta e teriam efetuado disparos com balas de borracha enquanto durava a revista, no dia 22 de fevereiro. A entrada dos PMS foi após uma informação do diretor do Centro que temia uma fuga em massa, após a fuga dos setes presos sendo que cinco foram recapturados.

 Os deputados Edmilson Rodrigues(membro), Augusto Pantoja (PPS) e Nélio Aguiar(PMN) também dizem que foi constatado problemas de corrupção de agente prisional e Policial militar, fatos esses que estão inseridos no relatório preparado pela Comissão. Edmilson Rodrigues disse que houve sim abusos na revista dos presos, mas admite também que por outro lado existe o grande problema da superlotação, cuja capacidade já está acima do limite permitido. 

O presidente da Comissão, deputado Carlos bordalo disse ainda que no relatório constam recomendações a serem enviadas ao governador Simão Jatene e a Superintendência do Sistema Penal, entre elas revistas de celas com presença de membros do Ministério Público, exoneração de agentes penitenciários envolvidos em corrupção ou envolvimento com facilitação de fugas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário