sábado, 16 de fevereiro de 2013

Itaituba tem 37 casos oficiais de denge. Parauapebas lidera com 173.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informou nesta sexta-feira (15) que, até o momento, foram notificados, no Pará, 1.485 casos suspeitos de dengue em 2013, dos quais 444 foram confirmados, com a seguinte classificação: 441 de dengue clássica, um caso de dengue com complicação e dois de síndrome do choque da dengue. Os números foram divulgados pela Coordenação do Programa Estadual de Controle de Dengue. Os municípios com maior número de notificações são Parauapebas (173), Belém (149), Santarém (139), Marabá (90), Rio Maria (79), Juruti (70), Rurópolis (55), Santa Maria das Barreiras (51), Altamira (45), São Félix do Xingu (44), Conceição do Araguaia (42), Irituia (37), Itaituba (37) e Santana do Araguaia (31).

 A maioria dos casos confirmados está em Rio Maria (77), Parauapebas (66), Santarém (64), São Félix do Xingu (43) e Belém (34). Há confirmação de um óbito por dengue no município de Rurópolis. Devido ao período de chuvas, o risco de contrair dengue aumenta, por isso a Sespa alerta a população sobre os cuidados necessários para prevenir a doença, como a retirada de objetos que possam acumular água nos quintais, de folhas e outros materiais, além da limpeza de calhas, para evitar água parada e impedir a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

 Ao longo do ano passado, equipes da Sespa trabalharam em conjunto com os municípios para manter a doença sob controle. As principais ações desenvolvidas são o bloqueio imediato da transmissão, nas localidades ou bairros que notificam casos; atividades de educação e comunicação, visando a sensibilização da população para o problema; articulação com órgãos municipais de saneamento e limpeza urbana, para melhorar a coleta e destinação adequada do lixo, e manutenção das atividades de rotina no combate ao mosquito transmissor. (FONTE- Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário