domingo, 6 de janeiro de 2013

Pará teve só 5% das emendas

Verba federal Percentual equivale a R$ 20,4 milhões dos R$ 464 milhões do Orçamento Apesar de a bancada paraense ter garantido no Congresso Nacional R$ 568,8 milhões em emendas coletivas no Orçamento Geral da União para o ano de 2013, a quarta maior quantia do País, é preciso ficar em alerta.

 No ano passado, dos R$ 464 milhões assegurados pela bancada, apenas R$ 25 milhões foram usados pelo governo federal para investimentos no Estado. Desse valor, só R$ 20,4 milhões chegaram a ser efetivamente executados, menos de 4,5% do valor total aprovado pela bancada. O dinheiro serviu para a compra de 146 ônibus escolares, que atenderão às demandas de 87 municípios do Estado. 

Os carros foram entregues no dia 17 de dezembro. E em 2011 a história foi a mesma. Somadas, as emendas apresentadas chegavam a R$ 371 milhões. Porém, na fase de empenho, em que elas podem ou não ser garantidas para pagamento, o valor caiu radicalmente. 

Somente R$ 22,2 milhões foram de fato utilizados, valor 15 vezes menor do que o apresentado pela bancada paraense. Entre 2002 e 2012, os valores empenhados e utilizados no Estado nunca foram tão baixos como nos últimos dois anos, exatamente os dois primeiros anos de gestão da presidenta Dilma Rousseff. Em 2012, o valor executado foi o segundo pior da história, atrás justamente do dinheiro aplicado em 2011. Nos últimos dias do ano que se encerrou, a bancada do Pará conseguiu fechar o texto final sobre a verba do Orçamento para 2013.

 O documento foi aprovado na penúltima semana de 2012 pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) e deve passar por uma apreciação em plenário, no mês de fevereiro, após o recesso parlamentar. Na frente do Pará, com as maiores somas apresentadas, aparecem, somente, São Paulo, com recursos que chegarão a R$ 654,7 milhões, Bahia (R$ 638,1 milhões) e Minas Gerias (R$ 622,1 milhões). 

O alto valor confirmado, no entanto, não garante ao cidadão paraense a utilização total do recurso em benefício do Pará. As emendas de bancada representam parte do recurso que é repassado, periodicamente, aos estados. 

FONTE  O Liberal Digital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário