terça-feira, 22 de janeiro de 2013

KABIARÁ- UM OLHAR AMAZÕNICO SOBRE A NATUREZA QUE VIRA ARTE.

Are-educadora Alice Golpfert,difundindo arte na região
Temática regional presente

Ela traduz a essência regionalística na arte de transformar a natureza em estética, aliando técnica, sensibilidade artística e criatividade. 

 Alice Golpfert artística plástica(arte-educadora) carioca que adotou Itaituba como sua terra-mãe, junta seu talento e a de outros artesãos numa ação de arte solidária, cuja produção cultural desemboca na Galeria kabiará. 

Bicicleta ecológica- Natureza virando arte...
Traços tapajônicos na pintura dce cuias, peça bastante apreciada

 Como uma devota da arte, Alice segue produzindo suas peças, pintando seus quadros, segue transformando matéria prima em estética, se valendo de cipós, sementes, troncos de árvores levando para Itaituba e para o mundo a cultura da Amazônia com um olhar local tapajônico , retratadas em cuias, quadros, bicicletas feitas de cipós. 

 

Mesmo remetendo suas peças e de outros artistas que também expõe suas obras na galeria kabiará arte educadora lamenta a falta de apoio local, o que dificulta para que alavanque ainda mais seus projetos construídos sobre o prisma da criação voltada para a riqueza de nosso regionalismo. Nos seus três anos e três meses de franca atividade a Galeria kabiará já criou uma forte identidade cultural com a região desenvolvendo inclusive uma técnica própria com utilização de areias simbolizando semanticamente a origem do nome de nossa cidade como cidade de muitas pedras miúdas batizada pelos Mundurucus.



 Alice justifica que essa filosofia de focar um olhar artístico pelo viés da pintura e das peças artesanais sobre a região busca essencialmente a valorização do artesão e de nossa cultura. Quanto às parcerias a galeria kabiará tem parceria com várias comunidades, entre elas Alter do Chão onde existem peças em exposição bastante admirada pelos santarenos e pelos turistas. 

Alice enfatiza ainda que há uma função social no que faz já que incentiva, apóia e estimula artesãos, pintores enfim as várias linguagens artísticas através da galeria, não avançando mais por não dispor de capital de giro suficiente para tirar do papel todos seus projetos neste segmento artístico, citando como exemplo as várias oficinas que tem ministrado e que acaba gerando emprego e renda através das artes.

 

 Alice considera que o mercado é bom, tem demanda para os produtos, faltando apenas mais apoio para a galeria. A galeria Kabiará contem peças exclusivas, além da produção que pode ser estilizada de acordo com o gosto do cliente, já que ali existem peças que retratam originalmente símbolos étnicos das cavernas de Fordlândia, além do Muiraquitã e outros elementos de nossa vasta cultura Amazônica/ tapajônica.

 Interessados em intercambiar idéias, projetos, conhecimentos ou adquirir produtos ou contratar cursos, oficinas, franquias  etc... da galeria para qualquer parte do Brasil, contatar Alice Golpfert através do celular 91903772- Itaituba - Pá

Nenhum comentário:

Postar um comentário