quarta-feira, 11 de julho de 2012

ITAITUBA É CONTEMPLADA NO PROGRAMA BRASIL SORRIDENTE

Reforço Governo federal vai fazer repasses para 17 municípios paraenses Foi divulgada ontem a liberação de verbas do Ministério da Saúde para municípios de todo o país. No Pará, 17 cidades foram beneficiadas nos três atos divulgados pela entidade. Nove instituições sem fins lucrativos localizadas em oito municípios receberão cerca de R$ 4,2 milhões. De acordo com o que foi divulgado no Diário Oficial da União, os municípios de Marapanim, Santa Maria do Pará, Capitão Poço, Inhangapi, Garrafão do Norte, Ulianópolis e Paragominas deverão receber, cada um, repasse anual de R$ 195 mil a contar de junho deste ano.

 Já os municípios de Capanema e Castanhal contarão com um repasse anual de R$ 585 mil por ano cada um. Estes nove municípios receberão também uma Unidade de Suporte Básico cada, destinada ao Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu 192), da Central Regional Nordeste do município de Capanema. PRÓTESES Foram divulgados também os recursos anuais que serão incorporados para a implementação de Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias, buscando ampliar as ações de reabilitação da saúde bucal.

 A ação faz parte do Plano Brasil Sem Miséria, que tem como público alvo a população em extrema pobreza. O programa Brasil Sorridente determinou recursos anuais, no total de R$ 8.650.936,00 a serem incorporados ao Teto Financeiro Anual do Bloco de Atenção de Média e Alta Complexidade dos Estados e Municípios. 

No Pará, 20 municípios serão beneficiados. São eles: Baião, Breves, Concórdia do Pará, Curuçá, Gurupá, Igarapé-Açu, Ipixuna do Pará, Itaituba, Itupiranga, Moju, Monte Alegre, Nova Esperança do Piriá, Novo Repartimento, Pacajá, Parauapebas, Portel, Soure, Tomé-Açu, Vigia e Viseu. 

No total, R$ 2.040.000,00 foram destinados a esses municípios. AUMENTO O Ministério da Saúde também concedeu um aumento no valor do incentivo às entidades beneficentes sem fins lucrativos que participam do Programa de Reestruturação e Contratualização dos Hospitais Filantrópicos ou do Programa de Reestruturação dos Hospitais de Ensino no Sistema Único de Saúde (SUS). O aumento anual ficou estabelecido em R$ 200 milhões para todos os municípios do país que serão beneficiados. Nove instituições paraenses foram beneficiadas pelos recursos. 

Em Alenquer, a Ação Social Beneficente Santo Antônio deverá receber auxílio anual de R$ 172.866,75. A Sociedade Beneficente São Camilo, de Ananindeua, receberá R$ 161.253,24. Duas instituições da capital receberão o repasse, a Venerável Ordem 3ª de São Francisco (R$ 377.055,52) e a Benemérita Sociedade Beneficente Portuguesa do Pará (R$ 430.965,08). De Bragança, o Hospital Santo Antônio Maria Zacaria receberá R$ 440.974,61.

 Em Cametá, o Hospital Maternidade Santa Luíza de Marila terá apoio de R$ 171.710,25. O Instituto Pobres Servos da Divina Providência, de Marituba, receberá R$ 298.566,67. Em Santarém, a Sociedade Beneficente São Camilo contará com R$113.782,88. E as obras sociais da Diocese de Bragança terá R$ 115.539,46 para investir me Vizeu. 

O LIBERAL-ORM

Nenhum comentário:

Postar um comentário