segunda-feira, 25 de junho de 2012

JACAREACANGA: INDIO GARIMPEIRO DA ETNIA MUNDURUKU É ASSASSINADO COM 21 FACADAS E PAULADAS NA CABEÇA.

Indio garimpeiro morreu ao reagir a um assalto.(Foto unior Ribeiro)
Indigenas tentam invadir quartel da Pm para linchar suspeitos(Foto Junior Ribeiro)

O Indígena Leo Akai Munduruku não imaginava que após uma animada festa na noite do dia 23(sexta feira) seria brutamente assassinado. Mas foi o que ocorreu, Leo foi agredido de forma covarde com pauladas na cabeça, recebendo ainda 21 facadas por várias parte do corpo, morreu já quase chegando em sua residência no município de Jacareacanga. Segundo testemunhas oculares, momentos antes de sua morte, Leo farreava em uma festa onde pagava as despesas com ouro, o que acabou chamando a atenção de muita gente, aumentando assim o risco de vir a ser assaltado. 

Antes de terminar a festa de madrugada o indígena garimpeiro saiu da festa cambaleando, completamente embriagado, mas não conseguiu chegar em casa,sendo morto no caminho. Leo teria sido assaltado por vários jovens em uma rua escura e deserta, mas teria reagido agredindo um dos assaltantes que desferiu as 21 facadas que atingiram pescoço, peito e outras partes do corpo da vítima, além das pauladas desferidas que ajudaram a assassinar o índio Mundurucu que ao perder muito sangue veio a falecer. 

 Como já não havia mais movimento na madrugada e o local onde foi morto era escondido a vítima só foi encontrada já no período da tarde do sábado, totalmente desfigurado no rosto e em outras partes do corpo Leo Akai Munduruku . De imediato as Policias civil e militar iniciaram as investigações quando conseguiram deter vários jovens tidos como suspeitos e que foram conduzidos para Itaituba a onde prestaram depoimentos O assassinato do Índio Mundurucu pelo requinte de crueldade chocou a comunidade indígena,que tentou retirar na marra os jovens acusados de serem os assassinato de Leo. 

Não fosse a habilidade e estratégia de retirada dos presos por parte dos PMS poderia ter ocorrido novas tragédias já que os presos poderiam ter sido vítimas de linchamento. Os acusados de imediato foram trazidos para Itaituba quando a Policia civil vai ouvir os acusados em depoimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário