terça-feira, 29 de maio de 2012

BANDIDO DE ALTA PERICULOSIDADE É RECAPTURADO EM PLACAS E TRANSFERIDO PARA ITAITUBA

Fotos(-Blog Sem Polêmica de Ruropólis-)      GIlmar Lira de Araujo entre os policiais que o prenderam
A fuga foi uma ação cinematográfica com apoio de comparsas que vieram do Uruará Mas Gilmar Lira de Araújo não contava com a arguta estratégia de investigação dos Policiais Civis de Ruropólis que conseguiram colocar novamente Gilmar Araújo na cadeia, que entre outros atos do seu vasto currículo criminosos é acusado por furto de computador no dia 23 de Agosto do ano passado após levado do prédio da Emater –Pá , tendo roubado ainda uma loja no ramo de pinturas, e roupas, caçadas e malas roubada com apoio de um adolescente na loja Kelly Calçados e Kelvin Confecções.
Gilmar teve sua saga de fugitivo interrompida.Vai passar uma boa temporada na cadeiua Pública de Itaituba

 O ex fugitivo Gilmar Lira de Araujo foi preso por volta das 22 horas de segunda feira dia 28 por Policiais de Placas e apresentado ao delegado de Ruropólis Ariosnaldo da Silva Vital Filho. O bandido tem contra si a instauração de um inquérito também por fuga e dano ao patrimônio fato este ocorrido em 2008 quando havia sido preso em flagrante e recambiado para o presídio de Altamira.

 Só que deste esse período o bandido passou a ser monitorado pelos policiais, e para não ser reconhecido sempre dava nome falsos entre eles se passando como Eduardo. O bandido considerado de alta periculosidade foi escoltado de Placas até Ruropólis, sendo de imediato por questões de segurança transferido para o Centro de Recuperação Regional de Itaituba. 

O Policial Civil Fagner dos anjos disse que o bandido que estava na condição de foragido da cadeia de Ruropólis foi preso após populares passarem informações para os policiais. Ao ser preso o marginal na maior cara de pau se identificou como Eduardo, mas não conseguiu ir longe em sua farsa pois uma foto estampada na delegacia de placas mostrava sua verdadeira identidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário