PUBLICIDADE

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Secretarias de Saúde do PA discutem ações após morte por febre amarela

Número de pessoas vacinadas contra a doença no oeste do Pará é baixo. IEC confirmou que morte de macaco foi provocada pela febre amarela. Representantes da Secretarias de Saúde de Rurópolis, Itaituba e Trairão, no oeste do Pará, e técnicos da Secretaria de Saúde do Pará (Sespa) participaram de uma reunião nesta quarta-feira (22) para discutir as ações que serão implementadas após a confirmação de que o macaco encontrado na zona rural de Rurópolis teve a morte provocada pela febre amarela.

 Segundo a Coordenação de Epidemiologia e Imunização da 9ª Regional, a taxa de vacinação contra a febre amarela nos municípios da região ainda é baixa. A preocupação com a morte dos animais começou depois que mais de 340 macacos morreram no sudeste do Brasil com febre amarela.  Os macacos são hospedeiros do vírus da doença. As Secretarias devem trabalhar com um plano de ação emergencial para fazer o bloqueio vacinal de todas as comunidades onde foram registradas as mortes de macacos e vacinação seletiva na zona urbana dos municípios atendendo as pessoas que nunca foram vacinadas e aquelas que não receberam a segunda dose da vacina. 

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) ressaltou que as equipes continuam em campo investigando e orientando a população sobre as formas de prevenção da febre amarela.  A Sespa ainda informou que será feito um Plano de Contingência específico para a região do Oeste e Baixo Tocantins, além da intensificação da vacinação nas localidades rurais e de

Secretarias de Saúde do PA discutem ações após morte por febre amarela Número de pessoas vacinadas contra a doença no oeste do Pará é baixo. IEC confirmou que morte de macaco foi provocada pela febre amarela.

A procura pela vacina contra a febre amarela nos postos de saúde de Itaituba, sudoeste do Pará, foi intensa na manhã desta quinta-feira (23), dois dias depois que o Instituto Evandro Chagas confirmou que o macaco encontrado morto na zona rural de Rurópolis foi vítima da doença.

 Técnicos da Vigilância em Saúde estiveram no local para orientar a população, já que algumas pessoas não precisavam se vacinar e haviam recebido as duas doses necessárias para ficarem imunes à doença.

 De acordo com a Direção de Vigilância em Saúde, a vacinação contra a febre amarela é um procedimento de rotina e o excesso de imunização pode trazer o risco de desenvolver a doença. . 

Durante o encontro, ficou decidido que as Secretarias deverão trabalhar com um plano de ação emergencial para fazer o bloqueio vacinal de todas as comunidades onde foram registradas as mortes de macacos e vacinação seletiva na zona urbana dos municípios atendendo as pessoas que nunca foram vacinadas e aquelas que não receberam a segunda dose da vacina.

 Segundo a Coordenação de Epidemiologia e Imunização da 9ª Regional da Sespa, a medida se tornou necessária diante da baixa taxa de vacinação da população contra a febre amarela nos municípios da região.

G1 pa

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

CURTAS& BOAS

                                                   BIGFONE POLÍTICO

 O itaitubense é acima de tudo um gozador, apesar dos pesares ainda encontra tempo para fazer piada politica. A mais nova, dá conta que instalaram um BIG FONE na gestão(Gabinete) do prefeito Walmir Clímaco, quando alguém liga e escuta do outro lado uma voz tenebrosa que diz,  você a partir de agora está demitido.  

 E o bigfone teria feito Três vítimas Jean Galego que estava no aeroporto, Martins um fiel seguidor politico de Valmir e Edmilson Góis. Dos três somente Martins retornou por ter sido imunizado pelo anjo Hilton Aguiar.   A casa do Big Brother promete muitas emoções.  Com o homem do chapéu é assim, não procedeu à caneta comeu. 

                           FAROESTE CABOCLO

O Velho e não tão arcaico modus operandis de se fazer cobrança em Itaituba reviveu os áureos tempos da pistolagem.  Três homens armados estiveram em um comércio na Rodovia Transamazônica para receber seis mil reais. Ameaçaram, pressionaram e atiraram bisonhamente no devedor que escapou por um triz. 

 A divida existe, mas não foi divulgada sua origem. Os três valentões gastaram munição à toa e ainda foram incriminadas por porte ilegal de arma o que custará mais caro do que a simples divida de seis mil que tinham a receber. Se a moda pega.

 

                                                    LEI ZÉ DA PEIA 

 Já está na hora de ser criada uma lei para proteger os homens de mulheres valentes.  Em Itaituba cresce índice de homens lesionados pelas suas ex-parceiras. Dia desses um foi agredido, recebeu agulhadas, unhadas chegou na 19ª todo esgulepado.    Estavam separados e ela num ciúme mórbido não se contentou o fato de dele estar com nova namorada. Vai responder pelo crime de lesão corporal leve.  Nas redes sociais a mulherada desaprovou a atitude intempestiva da valentona.  Do que a vacora e sofrência não é capaz 

 
                                      BANDIDOS CADA VEZ MAIS OUSADOS
Na verdade eles não estão tentando desmoralizar a Policia quando assaltam, roubam ou matam em plena luz do dia. Assim agem porque sabem que no Brasil as leis são frouxas, contraditórias e não pune com o rigor devido.

AINDA ESTÁ CEDO?

Para muitos ainda está muito cedo para cobranças na gestão de Valmir Clímaco. O problema é que a multidão de cabos eleitorais e amigos que contavam com emprego certo caso Valmir ganhasse agora estão com raiva e decepcionados.  Maioria fruto de compromisso com vereadores aliados cuja moeda de troca para efeito de votos é o emprego.

 Além de que Hilton Aguiar com plenos poderes procura pelo naco mais saboroso da partilha.  Apesar de algumas derrapadas politicas ainda está cedo realmente para radicalizar.  

O prefeito tem sido sincero quando diz que não vai transformar a prefeitura num cabide de empregos.  Nem seu apadrinhado Jean galego escapou da Guilhotina como claro aviso que com Valmir o negócio é mais embaixo e funciona como canjica quente aonde não adianta ir com muita sede ao pote, mas sim ir aos poucos comendo pela beirada para não queimar a  Língua
                             DIA 8 É O BATISMO DE FOGO NO GOVERNO VALMIR CLIMACO. 

Por enquanto as negociações ainda não foram incrementadas.  O SINTEPP levou na boroca um percentual de 16%.  Mas o governo protelou e pediu nova data para apresentar sua contraproposta.  Será que a rodada de negociações vai ser tranquila ou haverá novo embate entre SINTEPP e SEMED?   O Sindicato pediu para abrir a caixa preta financeira analisando a folha de pagamento da educação.  Se estiver igual um pé de jabuticaba vai pedir para o homem do chapéu passar a régua e demitir.  8 é o dia D